Notícias da Capes

Subscrever feed Notícias da Capes
Atualizado: 10 horas 45 minutos atrás

Veleiro construído para pesquisas em alto-mar será apresentado ao público

9 horas 22 minutos atrás

O projeto intitulado “Bons Ventos – Projeto e Construção de Veleiro de Pesquisa UFSC”, aprovado em 2010, enfim apresentará ao público seu principal resultado: o Veleiro ECO, o primeiro veleiro de pesquisa desenvolvido e construído no Brasil. De 25 a 27 de outubro, a embarcação, que começou a ser construída em 2012, estará aberta para visitações durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Santa Catarina, para receber alunos do ensino fundamental e estudantes de graduação interessados em conhecê-la. No local, serão abordados temas como a importância dos oceanos, poluição marinha e mostrados equipamentos de pesquisas oceanográficas.

Idealizado pelo professor Orestes Alarcon, do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), e pela professora Andrea Freire, do Departamento de Ecologia e Zoologia da mesma universidade, o Veleiro ECO vem para suprir a escassez de instalações apropriadas para pesquisas oceanográficas brasileiras a bordo. “O fato de ter conseguido transformar o sonho em realidade, de termos na UFSC um Veleiro de Expedição Científica com porte suficiente para navegar os mares do planeta é um feito inédito que traz realmente uma alegria imensa. É um desafio vencido com a realização de um sonho que parecia impossível”, descreve Orestes.

Além da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), outros órgãos de fomento como Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC), Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) tiveram participação essencial no projeto.

{youtube}9H4xU6sJ7bY{/youtube}

Outros eventos
De 13 a 17 de novembro, haverá, no estande da UFSC no Congresso Latino Americano de Ciências Marinhas (COLACMAR), em Balneário Camboriú/SC, uma exposição sobre o Veleiro ECO. Será dada ênfase ao projeto de construção do Veleiro, agências financiadoras do projeto e às pesquisas científicas já agendadas a bordo do Veleiro. Nos dias 21 e 22 do mesmo mês, a equipe do Veleiro participará do Atlantic Interactions que será realizado no Costão do Santinho, em Florianópolis. A data do batismo da embarcação será divulgada em breve.

Categorias: Pesquisa

Diretora de Avaliação da CAPES discute integridade acadêmica

ter, 17/10/2017 - 17:46

A diretora de Avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Rita Barradas Barata, afirmou na manhã desta terça-feira, 17, que a questão da integridade acadêmica e das boas práticas no meio científico somente alcançarão o patamar de importância que lhes é devido com uma mudança de comportamento e pensamento. “Não será a disciplina de integridade científica na grade curricular que resolverá o problema da originalidade e qualidade na produção do conhecimento, mas sim o exemplo e a exposição de alunos e pesquisadores a situações íntegras”, afirmou Rita.

A declaração foi dada durante mesa-redonda no evento “Integridade Acadêmica: Originalidade e Qualidade na Produção de Conhecimento”, que reuniu jornalistas, profissionais e interessados na área com o objetivo de discutir o papel da educação na garantia de originalidade e qualidade na produção acadêmica.

A diretora ressaltou a importância da relação orientador-orientado como forma de prevenção de más condutas. “Não se trata de adquirir títulos, mas sim de criar competências nos alunos, por meio da dedicação de mais tempo à orientação e da proposição de exercícios que conduzam o aluno a um engajamento, por exemplo”, disse.

Para Barradas, agências de fomento como a CAPES devem estimular e divulgar esse tipo de discussão. “Precisamos ter uma cultura que torne mais visível esse tipo de problemática. A cultura brasileira de que não existe punição deve ser abandonada. Temos uma série de campos nessa área que precisam ser discutidos para que desenvolvamos a consciência clara do prejuízo que essas condutas trazem”, completou.

Também foi discutida no evento a necessidade de adoção de políticas claras de ação, por parte das Instituições de Ensino Superior (IES), que definam as formas de educação, prevenção e punição ao plágio, ao falseamento de bibliografia, à fabricação de resultados e a outras más condutas científicas.

(Gisele Novais – Brasília – CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

CAPES abre inscrições para novo programa de formação docente

ter, 17/10/2017 - 12:39

A partir dessa segunda-feira, 16, professores da educação básica podem cadastrar currículos na Plataforma Freire e solicitar vagas em cursos do Programa de Formação Inicial e Continuada para Professores da Educação Básica (Profic), que será lançado até o final do ano.

Gerenciada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), a Plataforma Freire é um site que vai agregar currículos de professores da educação básica. Além de funcionar como banco de currículos – semelhante ao Currículo Lattes, a Plataforma Freire será um sistema de gestão de cursos de capacitação para os professores.

Por meio da Plataforma, será possível se inscrever para os cursos de capacitação do Profic. A CAPES vai gerenciar o Profic por meio da Plataforma, otimizando as ações do programa.

O funcionamento da Plataforma Freire é semelhante ao do currículo Lattes: o professor precisa se cadastrar – gratuitamente – e preencher um formulário com dados sobre sua formação e sua atuação profissional. “ Os Currículos cadastrados na Plataforma Freire ficarão disponíveis para consulta pública. Entretanto, os dados pessoais são preservados”, destaca Marcelo Câmara, diretor de Formação de Professores da Educação Básica da CAPES.

Até 1º de dezembro, os professores cadastrados poderão solicitar vaga em cursos por meio da Plataforma Freire. Após esse prazo, ainda será possível cadastrar currículos, pois o sistema de cadastro está sempre aberto. Contudo, para se candidatar a vagas em cursos, será necessário aguardar a abertura do próximo período de solicitação.

Novo sistema
“Plataforma Freire” foi também o nome de um site do Ministério da Educação usado no passado para gerenciar o programa Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor). Esse novo site apenas herda o nome do anterior, mas se trata de um outro sistema. Portanto, todos os professores precisam se cadastrar na Plataforma Freire.

Leia também:
Formação de professores em atividade terá novo modelo

Ouça aqui divulgação da plataforma feita pela Voz do Brasil em 16 de outubro de 2017.

(Lucas Lopes – CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

Diretora da CAPES participa de evento sobre Integridade Acadêmica

seg, 16/10/2017 - 14:58

A diretora de Avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Rita Barradas Barata, participará nesta terça-feira, 17, em Brasília, do evento “Integridade Acadêmica: Originalidade e Qualidade na Produção de Conhecimento”.

O evento discutirá, por meio de mesa-redonda, ações contra a má conduta científica e o papel da educação para uma formação de qualidade como aposta para a garantia de originalidade e qualidade na produção acadêmica.

Também participarão da mesa a presidente da Comissão de Integridade na Atividade Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Adriana Maria Tonini; a jornalista e pesquisadora doutora Sabine Righetti; e o diretor da Turnitin no Brasil, Laércio Dona.

(Brasília - CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES'

Categorias: Pesquisa

FNE discute Conferência Nacional de Educação

ter, 10/10/2017 - 23:29

O Fórum Nacional de Educação (FNE) avançou mais uma etapa para a realização da 3ª Conferência Nacional de Educação (Conae) em reunião ocorrida ontem, 9, na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). A Conae acontecerá em novembro de 2018.

No encontro, os representantes aprovaram o orçamento das conferências estaduais preparatórias, validaram o documento-referência do evento e os critérios de seleção dos delegados. Os documentos estarão disponíveis para consulta a partir da próxima semana na página do FNE.

Conferência Nacional de Educação
Evento que vai reunir diversos setores da sociedade para avaliar a execução do Plano Nacional de Educação (PNE), a Conae 2018 terá como tema A Consolidação do Sistema Nacional de Educação e o Plano Nacional de Educação: monitoramento, avaliação e proposição de políticas para a garantia do direito à educação de qualidade social, pública, gratuita e laica. Essa temática será desdobrada em oito eixos específicos, como qualidade, regime de colaboração e financiamento. As conferências anteriores ocorreram em 2014 e 2010.

Fórum Nacional de Educação
Instituído em 2010, o FNE congrega 34 representantes dos setores empresarial, governamental e da sociedade civil. O fórum participa do processo de concepção, implementação e avaliação de políticas públicas como o Plano Nacional de Educação.

(Brasília – CCS CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

Bolsista da CAPES publica estudo pioneiro em revista internacional

ter, 10/10/2017 - 22:54

O ex-bolsista de doutorado da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) Bruno Silva acaba de ter seu estudo publicado na revista American Society of Microbiology. Bruno foi protagonista na pesquisa, que também contou com a contribuição de outros bolsistas de mestrado, doutorado e pós-doutorado da CAPES e outras agências de fomento como CNPq e FAPERJ.

“Este é o primeiro estudo abrangente sobre vírus no contínuo Rio-Pluma-Oceano Amazônico. Avaliamos que o trabalho terá alto alcance e também será um estudo de base para que novas hipóteses acerca do papel dos microrganismos na ciclagem de carbono e no clima sejam realizados”, explica Fabiano Thompson, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e coordenador do projeto.

Estudo
Sobre a pesquisa, o professor explica: “Anualmente, cerca de 28 Teragramas Carbono (um trilhão de gramas de C) são fixados por produtores primários na pluma do Rio Amazonas. Esses valores têm influência no conteúdo de carbono na atmosfera e na água e, portanto, podem influenciar o clima. A partir de 2 expedições concomitantes (uma no rio e outra no mar), estabelecemos panorama sobre a diversidade taxonômica e funcional de vírus da água. Na pluma predominam vírus líticos na pluma e vírus lisogênicos no rio. Naturalmente, este padrão tem implicações para a ciclagem de matéria e energia no contínuo Rio-Pluma-Oceano. No rio, os vírus podem acelerar a evolução de seus hospedeiros (predominantemente eucariontes), incorporando material genético no genoma de seus hospedeiros ou otimizando o metabolismo dos hospedeiros. Já na pluma/oceano, líse predomina, fazendo com que as células liberem material intracelular e nutrientes na água, o chamado "virus chunt", no qual nutrientes retornam para as comunidades microbianas.”

Segundo Fabiano, a análise feita é altamente importante. “De modo geral, mesmo nos países desenvolvidos tais como EUA, Canadá, França e Japão, estudos voltados ao entendimento do papel dos vírus nos oceanos são extremamente restritos. Neste cenário, somos protagonistas importantes, mas ainda falta muito: investimentos em novas tecnologias (submarinos, robôs, sequenciadores de DNA, clusters computacionais), embarcações para expedições/coletas, recursos de custeio e recursos humanos são necessários. O investimento em ciências do mar no Brasil ainda é pequeno.”

IODP/CAPES-Brasil
O estudo de Bruno Silva foi realizado no âmbito do Edital IODP/CAPES-Brasil nº38/2014. Neste sentido, Fabiano Thompson destaca a importância de apoios como os recursos destinados ao projeto. “Este suporte é importantíssimo. O programa IODP/CAPES-Brasil vem desenvolvendo um trabalho de excelência e talvez seja hoje o principal programa de Ciências do Mar no país. É uma iniciativa organizada, dinâmica e com foco em questões relevantes para a sociedade.”

De acordo com o professor, os próximos passos compreendem o retorno para a região Amazônica para ampliar os estudos naquela região. “Estamos empenhados em alavancar estudos científicos na região amazônica e envidaremos esforços para alcançar novas metas com o apoio da CAPES”, finaliza.

Sobre o IODP
O International Ocean Discovery Program (IODP) é um programa internacional de pesquisas marinhas que investiga a história e a estrutura da Terra a partir do registro em sedimentos e rochas do fundo do mar, além de monitorar ambientes de sub-superfície.

Parte significativa da comunidade científica atuante em ciências do mar de águas profundas de diversos países está envolvida no programa. Desde 2013, o Brasil, por meio de financiamento viabilizado pela CAPES, é membro do consórcio JOIDES Resolution e colabora com o IODP. Para executar as atividades previstas no Programa, a Capes conta com o apoio de um Comitê Científico e um Comitê Executivo.

Expedições do IODP usam avançada tecnologia de perfuração oceânica, de modo a permitir disseminação de dados e amostras a partir de arquivos globais, particularmente para os países membros do programa.

O sistema de perfuração é apoiado por um parque analítico a bordo do Navio de Pesquisa JOIDES Resolution, composto por equipamentos de última geração voltados a pesquisa geofísica, geoquímica, microbiológica e paleoclimática. Além da infraestrutura a bordo, o IODP conta com apoio de numerosas instituições de pesquisa e formação de recursos humanos nos diferentes países que atualmente compõem o programa.

Conheça a página do Programa CAPES/IODP.

Visite a página oficial do IODP.

(Natália Morato – Brasília – CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

Prêmio CAPES seleciona melhores teses defendidas em 2016

ter, 10/10/2017 - 15:00

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) divulga nesta terça-feira, 10, o resultado do Prêmio Capes de Tese 2017, outorgado às melhores teses de doutorado defendidas em 2016. A cerimônia de entrega dos prêmios ocorrerá no dia 7 de dezembro de 2017, em Brasília.

Prêmio CAPES de Tese
O Prêmio consiste em diploma, medalha e bolsa de pós-doutorado nacional de até 12 meses para o autor da tese; auxílio para participação em congresso nacional, para o orientador, no valor de R$ 3 mil; distinção a ser outorgada ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese; além de passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação.

Grande Prêmio
Em parceria com a Fundação Conrado Wessel, o Grande Prêmio é outorgado para a melhor tese selecionada entre as vencedoras do Prêmio CAPES de Tese, agrupadas em três grupos de grandes áreas. Em cada ano, um cientista ilustre, brasileiro ou que se tenha radicado no Brasil, cuja pesquisa se tenha enquadrado no conjunto em que a premiação é concedida, é homenageado em cada uma das grandes áreas. Em 2017, serão homenageados Vital Brazil, na grande área Ciências Biológicas, Ciências da Saúde e Ciências Agrárias; Casimiro Montenegro Filho, nas Engenharias, Ciências Exatas e da Terra e Multidisciplinar (Materiais e Biotecnologia); e Aurélio Buarque de Holanda, nas Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes e Ciências Sociais Aplicadas e Multidisciplinar (Ensino). Concorrem automaticamente ao Grande Prêmio as teses selecionadas para a atribuição do Prêmio relativo à sua área. O resultado do Grande Prêmio CAPES de Tese será divulgado na cerimônia de entrega dos prêmios.

O Grande Prêmio consiste em certificado de premiação, troféu e bolsa de pós-doutorado internacional de até 12 meses para o autor da tese; auxílio para uma participação em congresso internacional, para o orientador, no valor de R$ 9 mil; certificado de premiação ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese; e passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação. Pela Fundação Conrado Wessel, são oferecidos três prêmios no valor de U$ 15 mil cada um para cada premiado nas três grandes áreas.

(Brasília – CCS CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

Diretor de Educação a Distância da CAPES participa de audiência na Câmara dos Deputados

ter, 10/10/2017 - 14:48

O diretor de Educação a Distância da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Carlos Lenuzza, participou na manhã desta terça-feira, 10, de debate sobre ensino superior a distância. A audiência pública foi promovida pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

Na ocasião, Lenuzza falou sobre o funcionamento e a evolução do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), seus resultados, desafios e destacou a importância da ampliação do foco na formação de professores. “Temos mais de 2 milhões de professores em atuação na rede pública. Desses, cerca de 6 mil não possuem ensino fundamental, 488 mil apenas concluíram ensino médio, 1,7 milhão atuam em áreas diferentes da formação e, do total, 1,6 milhão possuem licenciatura, mas não necessariamente na mesma área de atuação. Esse é o câncer do Brasil. O esforço do sistema UAB é para a formação de professores e não devemos desvirtua-lo com outras linhas de formação, mas sim ampliar o foco neste objetivo”, explicou.

Também participaram do encontro o consultor de educação a distância João Vianney Valle dos Santos e o representante da Associação Brasileira de Educação a Distância (ABED), Welinton Baxto da Silva.

UAB
Criada em 2005, a Universidade Aberta do Brasil (UAB) é uma rede formada por instituições públicas que oferece cursos de nível superior por meio de educação a distância. A prioridade da UAB é ofertar formação para pessoal atuante na educação básica – professores, gestores e colaboradores, mas existem ofertas de formação para o público em geral. O Sistema UAB é coordenado pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da CAPES.

(Brasília - CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES'

Categorias: Pesquisa

Anpei realiza 16ª conferência de inovação

ter, 10/10/2017 - 12:50

Com o tema “Vivendo a inovação em um mundo em transformação”, a 16ª Conferência da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei) de inovação acontecerá, nos dias 31 de outubro e 1º de novembro de 2017, no ExpoMinas, em Belo Horizonte, MG, durante a Feira Internacional de Negócios, Inovação e Tecnologia (FINIT).

A Conferência tem o objetivo de dar aos participantes a oportunidade de vivenciar o sistema local de inovação e de conhecer o que há de mais atual e as perspectivas futuras de inovação. Para tanto, serão realizadas palestras com especialistas nacionais e internacionais que irão abordar tendências e movimentos no Brasil e no mundo que podem auxiliar o país nas políticas e práticas para o setor de Pesquisa, Desenvolvimento& Inovação.

A programação do evento prevê ainda a realização de visitas técnicas, no dia 30 de outubro, além de painéis, debates, experimentações práticas e cursos específicos.

Para o diretor de programas e bolsas no país da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Geraldo Nunes, o apoio da CAPES à conferência reafirma a missão da Fundação no processo de desenvolvimento Científico e Tecnológicos nacional. “Diante dos desafios e oportunidades que se colocam para o Brasil em termos de desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação nos anos vindouros, a competitividade do país é um dos maiores entraves. A formação de recursos humanos em todos os níveis é condição sin ne qua non para que tenhamos êxito nessa empreitada. Por isso, a CAPES, agência mais importante do Governo na formação de recursos humanos, não poderia estar ausente desta Conferência”, disse.

Acesse aqui a página de inscrições
Acesse a programação preliminar

Conferência Anpei
Realizada desde 2001, a Conferência Anpei tem se consolidado como fórum privilegiado para o encontro de representantes de empresas, agências do governo e instituições de C,T&I para discussão e encaminhamentos de políticas e práticas voltadas à inovação nas empresas e no país.

Em sua última edição, ocorrida em agosto de 2015 em Recife (PE), o tema trabalhado foi “Inovação e competitividade globais”. O evento reuniu 1.175 participantes em três dias. Deste público, 44% vieram de empresas, 27% de instituições científicas e tecnológicas (ICTs), 9% de consultorias e 6% de agências governamentais. Os demais eram empreendedores e representantes de entidades de classe.

(Brasília – CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

Portal Britannica Escola capacita professores em outubro

ter, 10/10/2017 - 12:23

Docentes do ensino fundamental podem diversificar seus recursos de aprendizado usando uma enciclopédia eletrônica. Nos dias 17, 18 e 19 de outubro, o portal Britannica Escola oferta treinamentos online gratuitos para professores, com duração de 60 minutos.

Nos encontros, que ocorrem periodicamente, a equipe pedagógica explica aos docentes como empregar as ferramentas digitais da Britannica tanto em sala de aula quanto em atividades complementares. Em setembro houveram 498 participações nas 3 capacitações realizadas.

Confira abaixo as próximas capacitações e os links para inscrição:

Data Hora Link para inscrição 17 de outubro 14h às 15h https://attendee.gotowebinar.com/register/8097553879260052739  18 de outubro 11h às 12h https://attendee.gotowebinar.com/register/7173160368928321283  19 de outubro 16h às 17h https://attendee.gotowebinar.com/register/2864492058534619651 

Britannica Escola
O portal Britannica Escola é uma parceria da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) com a Encyclopædia Britannica, uma das mais conhecidas e conceituadas editoras do mundo. Além dos tradicionais verbetes e notas biográficas, a interface da Britannica Escola possui recursos multimídia como imagens e vídeos, atlas e jogos. A página também traz notícias diárias voltadas para as crianças. O portal é gratuito e está em português.

(Brasília – CCS CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

 

 

https://attendee.gotowebinar.com/register/2864492058534619651
Categorias: Pesquisa

Prêmio a pesquisadores reabre inscrições

seg, 09/10/2017 - 17:49

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) reabriu o prazo para recebimento de indicações ao Prêmio VALE-CAPES de Tecnologia e Inovação. Assim, a inscrição poderá ser feita até o dia 3 de novembro.

O processo de inscrição tem duas etapas. Primeiramente as instituições fazem uma seleção interna dos candidatos. Em seguida, as próprias entidades inscrevem seus indicados na página. Em novembro será divulgado o resultado da seleção.

Na edição 2017, o Prêmio destaca pesquisadores cujos trabalhos tenham aplicação efetiva na resolução de problemas reais relativos a ecologia e conservação da natureza. A cerimônia de premiação acontece no dia 13 de dezembro, na sede da CAPES, em Brasília.

Modalidades
Existem duas modalidades de prêmio: Pesquisador Emérito, para aqueles com mais de dez anos de atuação, e Jovem Pesquisador, destinado aos cientistas com idade de até 35 anos. Ambos os premiados recebem certificado e troféu, além de ter pagas as despesas para comparecer à solenidade.

Premiação
Na categoria Emérito, o vencedor recebe da VALE um auxílio de R$ 100 mil. A CAPES também vai conceder ao premiado uma bolsa equivalente à de Pesquisador Visitante do Exterior ou à de Estágio Sênior no exterior.

Para o Jovem Pesquisador será concedido auxílio de R$ 40 mil pela VALE. O premiado também receberá uma bolsa análoga à de Pesquisador Visitante do Exterior.

A premiação considera a produção dos pesquisadores. Serão avaliados itens como artigos científicos, livros e capítulos, patentes e orientações em cursos de pós-graduação. Os critérios de premiação serão originalidade do trabalho e relevância para o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural, social e de inovação.

Acesse o edital.

Leia também:
Tese busca aproveitamento de gás carbônico para a construção civil

Pesquisador desenvolve estudo de telefonia móvel para Amazônia

Cerimônia consagra melhores trabalhos sobre sustentabilidade no país

(Brasília – CCS CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

CAPES e Universidade de Tübingen assinam memorando de entendimento

qui, 05/10/2017 - 19:33

Nesta quinta-feira, 5, o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Abilio Baeta Neves, e o reitor da Universidade de Tübingen (Eberhard Karls Universität Tübingen – EKUT), Bernd Engler, assinaram memorando de entendimento com objetivo de promover cooperação internacional entre a CAPES e a EKUT e, com isso, contribuir para o intercâmbio acadêmico, educacional e científico entre professores, pesquisadores e estudantes de instituições brasileiras e daquela instituição. O documento foi firmado durante o Seminário “Estratégia de Excelência das Universidades Brasileiras”, que aconteceu na Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), em Porto Alegre.

Excelência alemã
Durante o seminário, o reitor da Universidade de Tübingen tratou sobre a iniciativa alemã para a estratégia de excelência acadêmica a partir da perspectiva de Tübingen. Como eixos principais, ele destacou as necessidades de se respeitar os aspectos que perfazem a identidade da universidade e da visão de planejamento e longo prazo e a consciência de que dinheiro é importante desde que exista conceitos de aproveitamento criterioso dos recursos obtidos. Por fim, a atenção permanente à concorrência no âmbito internacional.

Engler defendeu que cada instituição de ensino superior defina suas Core Reserch Areas (principais áreas da pesquisa). Para isso, afirmou: “é necessário levar em conta as vocações de cada universidade, estabelecer cooperações com instituições extra-universitárias, detectar pontos fortes e fracos, visando ao aprimoramento e correção destes”. Ele ainda destacou a importância da publicação de resultados em journals (periódicos) internacionais. “Carecemos de estruturas eficientes de governança para definir as áreas centrais de pesquisa. Os critérios devem ser transparentes”, alertou.

A experiência de Tübingen
Para que se atinja a excelência, o reitor alemão lembrou que não existem fórmulas prontas. Ele relatou a experiência vivenciada por sua instituição ao ser preterida na distribuição de recursos, em 2006, durante um programa governamental de fomento à investigação científica. “Isso fez com que nossos catedráticos se mobilizassem para mostrar a força da pesquisa, o que contribuir para que fôssemos contemplados na segunda rodada”, explicou. Segundo ele, os projetos que receberam recursos foram aqueles concatenados com os interesses do país. “Outro fator decisivo para em todas as demais instituições contempladas foi a visão internacional da pesquisa”, completou.

Entre os aprendizados a partir dessa experiência, Engler ressaltou que Tübingen desenvolveu instalações para uso conjunto por pesquisadores, com índice mínimo de 70% de aproveitamento dos equipamentos. “Todos gostam de ter seus brinquedos no próprio laboratório, mas nem sempre é possível”, falou em tom humorado.

Importância da internacionalização
Outro ponto fundamental para uma universidade tornar-se excelente é a internacionalização. De acordo com o reitor, o intercâmbio de professores e estudantes, o estabelecimento de parcerias que com universidades que compartilhem temas comuns de pesquisa e atração de alunos estrangeiros contribuem fortemente nesse sentido. Porém, numa autocrítica, ressalvou que “a Alemanha tem um ensino essencialmente teórico, o que precisa ser alterado com a renovação curricular e a prevalência de mais prática, bem como orientação para a economia internacional”, tendo o cuidado para manter os critérios acadêmicos da pesquisa.

Após a apresentação, o presidente da CAPES, Abilio Baeta Neves, e a diretora de Relações Internacionais da instituição, Concepta Pimentel, discutiram com reitores e pró-reitores presentes ideias sobre iniciativas de excelência para universidades e pesquisas brasileiras. “Queremos promover iniciativas semelhantes à apresentada, mas não exatamente igual à alemã. Diversos países já desenvolvem ações nesse sentido. O ponto de partida dessa reflexão e da busca de alternativas e estratégias deve ser condizente com nossa realidade. Nós da CAPES estamos convencidos que é preciso encarar a nossa situação como um impulso para percebermos o que devemos fazer com e para o desenvolvimento de nossas universidades e do nosso sistema de pesquisa”, explicou Abilio.

Simpósio
Após o encontro, Concepta participou da mesa “Programas Binacionais e de Cooperação”, durante o Simpósio Brasil-Alemanha de Desenvolvimento Sustentável, que deu uma visão geral dos diferentes programas binacionais e da cooperação entre a Alemanha e o Brasil. Também fez parte da mesa Martina Schulze, diretora do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (DAAD) Brasil. Acesse aqui a programação completa do Simpósio.

(Natália Morato – Brasília – CCS/CAPES, com informações da PUC-RS)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

CAPES discute iniciativas de excelência

qua, 04/10/2017 - 20:34

Nesta quinta-feira, 5 de outubro, a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC-RS), em Porto Alegre, receberá o Seminário “Estratégia de Excelência das Universidades Brasileiras”. O evento contará com a presença do presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Abilio Baeta Neves, do reitor da Universidade de Tϋbingen - Alemanha, Bernd Engler, acompanhado do professor Stefan Laufer, e de representantes de diversas entidades brasileiras.

O encontro será aberto pelo reitor da PUC-RS, Evilázio Teixeira. Estarão presentes, ainda, reitores e pró-reitores de instituições de ensino superior brasileiras.

(Brasília – CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa

Publicado novo regulamento para bolsas no exterior

qua, 04/10/2017 - 15:08

Foi publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira, 4, a Portaria nº 186, de 29 de setembro de 2017, que torna público o novo Regulamento que estabelece as normas para as modalidades de bolsa no exterior, aplicável às ações fomentadas pela Diretoria de Relações Internacionais da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES).

No documento, constam informações sobre modalidades de bolsas, processo seletivo para concessão e implementação de bolsas de estudos, direitos e obrigações do bolsista e prestação de contas. Com a nova legislação, a Portaria CAPES nº 87, de 20 de junho de 2016, fica revogada.

Acesse o novo Regulamento.

(Brasília – CCS/CAPES)

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'CCS/CAPES’

Categorias: Pesquisa