Visão Subaquática

Undefined
Descrição: 

A maior parte dos algoritmos e metodologias em visão computacional assumem que a interferência causada pelo meio onde se propaga a luz pode ser desprezada no processo de formação da imagem. Entretanto, há um grande número de situações onde o meio influencia de forma dramática a aquisição das imagens, tornando inúteis técnicas tradicionais utilizadas em visão computacional. É necessário, portanto, que modelos que capturem adequadamente esse processo de propagação sejam desenvolvidos e avaliados. Como será mecionado mais adiante, nosso grupo de pesquisa já tem atuado nessa área há algum tempo, tendo obtido resultados expressivos. Ressalta-se que a metodologia para identificação desses modelos poderia ser aplicada com sucesso a imagens adquiridas em outros ambientes onde há neblina, chuva, smog, para citar alguns. As aplicações das técnicas a serem desenvolvidas são inúmeras, e incluem pesquisas realizadas em ambientes submarinos (fauna e flora), limnológicos, em cursos dágua e barragens. Em particular, uma das motivações para a presente pesquisa nasceu em um projeto para monitoração e contagem de espécies ictiológicas em mecanismos de transposição em barragens de usinas hidrelétricas. Para melhor contextualização, o estado da arte será brevemente discutido de forma a situar o leitor quanto à pertinência e relevância do tema. A complexidade da pesquisa demanda uma equipe bastante qualificada e com experiência e conhecimento de algoritmos e técnicas de visão computacional. Solicita-se, neste projeto, bolsas para dois alunos, sendo um de doutorado outro de mestrado. Além desses dois alunos, será necessária a participação de mais um aluno de doutorado e mais um de mestrado, para os quais contaremos com bolsas eventualmente disponíveis para o programa. O grupo de pesquisa do VeRLab - Laboratório de Visão e Robótica participa ativamente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação e possui tradição na área, tendo publicado número expressivo de trabalhos em visão computacional e robótica. Em particular, no tema deste projeto, o grupo tem acumulado boa experiência, e já publicou teses, dissertações e artigos completos em importantes conferências de alta qualidade. Sob o ponto de vista científico, os resultados esperados incluem novos modelos e algoritmos para abordar o problema da visão em meios participativos, como é o caso de ambientes subaquáticos. Tais modelos permitirão, dentre outros, que um grande legado de metodologias clássicas em visão computacional possa ser utilizado em diversos outros ambientes reais. Juntamente com a validação em ambientes sintéticos e em cenas reais permitirão a publicação de artigos em ótimos veículos da área. Os resultados gerados pela pesquisa podem encontrar um grande número de aplicações que demandem tecnologia e inovação na área de visão subaquática, como a inspeção de barragens, de estruturas de plataformas de exploração petrolífera, sistemas de navegação para veículos autônomos subaquáticos, equipamentos para pesquisa oceânica e limnológica, para citar apenas algumas. Há grande potencial de depósito de patentes e registro de softwares. Não menos relevante é a formação de mestres e doutores. Ao final do período do projeto estimamos a formação de dois doutores e dois mestres. Esses alunos estarão engajados no avanço de uma área de pesquisa de grande relevância estratégica para o país. Além da formação do pessoal envolvido, antecipa-se a divulgação dessa pesquisa em periódicos e eventos nacionais e internacionais de alta qualidade.  

Agência: 
Programa: 
Bolsas no País / Edital MCT/CNPq nº 70/2008 - Mestrado/Doutorado
Processo: 
550167/2009-9
Início: 
2009
Término: 
2011