Finep e BDMG anunciam mais R$ 80 milhões para inovação em Minas Gerais

seg, 15/05/2017 - 14:00
Português, Brasil

Venha inovar conosco: www.embrapii.dcc.ufmg.br


Fonte: www.finep.gov.br

Mais recursos para financiamento a empresas mineiras que querem inovar em processos, produtos e serviços. A Finep e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerias (BDMG) assinaram na quarta-feira, 10/05, termo que amplia a concessão de crédito pelo Programa Inovacred, coordenado pelo Departamento de Produtos Financeiros Descentralizado da Finep. O BDMG terá mais R$ 80 milhões à disposição para operar por meio de duas linhas da financiadora: o Inovacred e o Inovacred Expresso, voltados para pequenas e médias empresas com faturamento de até R$90 milhões.

De acordo com o assessor da Diretoria Financeira e Controladoria da Finep, Paulo Vinícius Ferreira, a parceria do Banco com a Finep tem posição de destaque. “O BDMG é a segunda maior instituição financeira que recebe repasses da Finep. No total, com mais esses recursos, o banco mineiro passa a operar R$210 milhões especificamente para inovação”, afirmou. A expectativa é que os recursos sejam liberados para as empresas do estado nos próximos 12 meses.

Para o presidente do BDMG, Marco Crocco, o Banco vem se preparando para fazer a conexão entre ideias inteligentes geradas nas universidades e o mercado. “Essa é uma das maiores demandas da área de inovação. Minas concentra o maior número de universidades do País, um dos ambientes onde mais nascem ideias para o desenvolvimento econômico, regional e social. Temos o compromisso de incentivar a inovação nas empresas para diversificar cada vez mais o setor produtivo em nosso estado", concluiu.

Inovacred
O Programa Inovacred oferece financiamento a empresas de receita operacional bruta anual de até R$ 90 milhões. Os recursos devem ser aplicados no desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços, ou no aprimoramento dos já existentes, ou ainda em inovação em marketing ou inovação organizacional, visando ampliar a competitividade das empresas no âmbito regional ou nacional. O apoio é concedido de forma descentralizada, por meio de agentes financeiros, que atuam em seus respectivos estados ou regiões, assumindo o risco das operações.